Histeroscopia

A avaliação da cavidade uterina é imprescindível na pesquisa diagnóstica tanto da paciente que não consegue obter uma gravidez de forma natural, como daquela com histórico de abortamentos. A histeroscopia é um exame que com auxílio de uma pequena câmera (óptica) permite ao médico analisar diretamente a cavidade uterina da paciente e encontrar alterações que, de outra forma, estariam ocultas.

Histeroscopia diagnóstica: geralmente é feita em consultório (ambulatório). Através da introdução no útero de uma óptica via vaginal é possível examinar em detalhes o interior do útero e realizar biópsia se necessário.

Histeroscopia cirúrgica: é feita no centro cirúrgico com uso de sedação. Usada como forma de tratamento para retiradas de miomas submucosos, pólipos, aderências (sinéquias intra-uterinas) e septos.

Para as nossas clientes da Medicina Reprodutiva, segue o preparo prévio necessário para este exame.

Preparo Histeroscopia Diagnóstica:

I - Critérios de realização
- Este exame é realizado somente com pedido médico.
- Esse exame não é realizado em gestantes nem em mulheres com suspeita de gravidez, infecção urinária e endometrite (infecção uterina).
- De preferência, a histeroscopia deve ser feita entre o 8º e o 15º dia do ciclo menstrual, contando-se a partir do primeiro dia da menstruação, que é o período que reúne as melhores condições técnicas para esta avaliação. O exame, porém, pode ser realizado fora desse período, conforme solicitação médica ou necessidades pessoais da cliente.
- Apresentar exames anteriores relativos ao quadro clínico (ultra-sonografias de abdome total, pélvica e transvaginal, histerossalpingografia e histeroscopia anterior).

Observações:
- A presença de corrimento vaginal não impede a realização do exame.
- Idealmente, não fazer o procedimento durante a menstruação. O sangramento, se em grande quantidade, dificulta a visualização da cavidade uterina durante o exame e este pode resultar inconclusivo em tais condições.
- Em 95% das vezes o exame é efetuado sem anestesia, mas em um pequeno número de casos a sedação poderá ser realizada. Neste caso, é necessária uma solicitação médica de anestesia.
- Quando houver necessidade, será realizada biópsia e o material colhido é enviado para exame anatomopatológico.

II - Preparo
- Recomenda-se tomar analgésico (Lisador®, Buscopan® composto, Tylenol®, Ponstan® ou similares) duas horas antes do exame.

III- Observações
- Se houver a necessidade da realização de biópsias, haverá a inclusão e cobrança dos exames anatomopatológicos de cada lesão diferente que for biopsiada. Muitas vezes só é possível saber isso durante a realização do procedimento.


Para mais informações sobre os procedimentos realizados, os tratamentos oferecidos, agende uma consulta pelo: 08007732166 / 11 5536-9246

*Oferemos alguns exames e tratamentos específicos para nossos clientes.