Exames para avaliar a fertilidade masculina

espermatozoide.jpg

A fertilidade masculina pode ser verificada por meio de exames laboratoriais que têm como objetivo verificar a capacidade de produção de espermatozóides e suas características.

Além da solicitação dos exames, o médico normalmente verifica o estado de saúde geral do homem, avaliando-o fisicamente e realizando a investigação de doenças e possíveis infecções do trato urinário e nos testículos, por exemplo. Pode ainda questionar sobre o uso de medicamentos, drogas ilícitas e consumo frequente de bebidas alcoólicas, pois esses fatores podem alterar a qualidade e quantidade de espermatozóides e, assim, interferir na fertilidade masculina.

  1. Espermograma

O espermograma é o principal exame realizado para verificar a fertilidade masculina, pois tem como objetivo avaliar as características do sêmen, como viscosidade, pH e cor, além de quantidade de espermatozóides por ml de sêmen, motilidade, formato, mobilidade e concentração de espermatozóides vivos.

Assim, esse exame é capaz de indicar se está havendo produção adequada e se aqueles produzidos são viáveis, ou seja, se são capazes de fecundar um óvulo.

O material para a realização do exame é obtido no laboratório e é indicado o homem não ter relações sexuais entre 2 e 5 dias antes da coleta, além de lavar bem as mãos e o órgão genital antes da coleta.

  1. Dosagem hormonal

Os exames de sangue para a dosagem hormonal são também indicados para verificar a fertilidade masculina, uma vez que a testosterona estimula a produção de espermatozóides, além de garantir as características secundárias masculinas.

Apesar de ser um hormônio diretamente relacionado com a capacidade reprodutiva do homem, a avaliação da fertilidade não deve ser baseada apenas nos níveis de testosterona, uma vez que a concentração desse hormônio diminui naturalmente ao longo do tempo, comprometendo a produção de espermatozóides.

  1. Teste pós-coito

Esse exame tem como objetivo verificar a capacidade do espermatozóide de viver e nadar pelo muco cervical, que é o muco responsável pela lubrificação da mulher. Apesar de o exame ter como objetivo avaliar a fertilidade masculina, é feita a coleta do muco cervical na mulher 2 a 12 horas após o contato íntimo para verificar a motilidade do espermatozóide.

  1. Outros exames

Alguns outros exames laboratoriais podem ser solicitados pelo urologista para verificar a fertilidade do homem, como o exame de fragmentação do DNA e o exame de anticorpos contra os espermatozóides.

No exame de fragmentação do DNA é verificada a quantidade de DNA que é liberado dos espermatozóides e que fica no sêmen, sendo possível detectar problemas de fertilidade de acordo com a concentração verificada. Já o exame de anticorpos tem como objetivo avaliar se há anticorpos produzidos pela mulher que atuem contra os espermatozóides, promovendo a sua imobilização ou morte, por exemplo.

Além disso, o médico pode solicitar uma ultrassonografia de testículos, para verificar a integridade do órgão e identificar qualquer alteração que possa estar interferindo na fertilidade masculina ou exame de toque retal com o objetivo de avaliar a próstata.

Fonte: Portal Tua Saúde