Como a idade afeta a fertilidade feminina

preservacao_feminina-1200x596.jpg

De modo geral, o intervalo entre 20 e 30 anos é o período mais fértil da vida da mulher, quando a gravidez acontece mais rápido, embora o número de mulheres acima de 30 engravidando seja cada vez maior.

Como a idade afeta a fertilidade?

A fertilidade da mulher começa a diminuir por volta dos 30 anos, com as chances de gravidez caindo ainda mais significativamente a partir dos 35 anos.

Depois dos 35, aumenta a proporção de mulheres com problemas de fertilidade, abortos espontâneos ou outras complicações com o bebê. Portanto, do ponto de vista puramente biológico, o ideal é tentar engravidar antes dos 35.

Os homens continuam férteis por bem mais tempo. Hoje se sabe que a fertilidade masculina também é afetada pela idade, só que de modo mais gradual. O declínio da fertilidade masculina pode impactar, por exemplo, a saúde dos filhos que o homem venha a ter.

Quanto tempo vou demorar para engravidar?

Como já foi dito acima, as chances de ficar grávida mais rapidamente dependem bastante da idade.

O pico de fertilidade se dá entre 20 e 24 anos. A partir dos 35 anos, é um processo que pode levar mais tempo, e depois dos 40 fica mais complicado (o que não quer dizer impossível; leia mais sobre engravidar depois dos 40 anos).

Um simples ano pode fazer muita diferença quando a mulher está na casa dos 30 ou dos 40 anos.

A maioria dos casais (cerca de 92%) consegue engravidar em até dois anos se mantiver relações sexuais freqüentes e sem proteção. “Freqüentes” neste caso significa sexo a cada dois ou três dias, ao longo de todo o ciclo menstrual.

Por que a fertilidade decai tão rápido com a idade?

Há vários motivos que afetam a fertilidade. É preciso lembrar que a saúde em geral da pessoa também declina com o passar da idade. Certos problemas podem se agravar, e novas doenças podem surgir.

À medida que a mulher envelhece, fatores ligados à fertilidade mudam, como:

  • Reserva ovariana: é o número de folículos em bom estado estocado nos ovários. Os folículos se formaram quando você ainda estava na barriga da sua mãe, e desde então só foram se deteriorando (e sendo usados).
  • Quanto mais tempo passa, menos óvulos viáveis você tem. Para mulheres que sofrem de menopausa precoce, os óvulos acabam muito antes do normal.
  • Ciclo menstrual: conforme as mulheres se aproximam da menopausa, os ciclos menstruais podem começar a ficar irregulares e mais curtos, o que desfavorece a fertilização.
  • Revestimento do útero: o endométrio pode ir ficando cada vez mais fino, menos apropriado à implantação do embrião.
  • Secreção vaginal: o muco presente na vagina e no colo do útero pode ficar menos líquido e mais hostil aos espermatozoides.
  • Doenças que afetam o sistema reprodutivo: certos problemas podem ir danificando os órgãos reprodutivos com o passar do tempo, ou podem se agravar se não forem tratados. Entre eles estão a endometriose, a síndrome dos ovários policísticose a clamídia.
  • Peso: o excesso de peso pode afetar a fertilidade, e tende a ser mais comum à medida que a mulher fica mais velha.

Fonte: Portal Baby Center