Semana Mundial do Aleitamento Materno: “Capacite os pais e permita a amamentação, agora e no futuro!”

bebe-dormir-mamando-faz-mal-1200x670.jpg

A ação teve início em 1992 e acontece anualmente, durante a primeira semana de agosto, para promover e defender a amamentação

A Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM) de 2019 tem o tema “Capacite os pais e permita a amamentação, agora e no futuro!”. Ela acontece de 1º a 7 de agosto e é celebrada por mais de 120 países, que se unem para relembrar a importância da lactação.

A ação é um movimento estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) em 1992, em defesa da amamentação. Sua criação teve como foco promover a “Declaração de Innocenti”, de 1990, estabelecendo metas pelo direito da mulher em amamentar de forma segura, encorajando também a participação da sociedade, profissionais da saúde e profissionais da educação a se envolverem nessa questão, tanto durante o período da amamentação, quanto ao longo de toda a maternidade.

De acordo com a WABA, aliança global pela amamentação que coordena a campanha da semana, o tema de 2019 tem como objetivo incluir todos os tipos de pais da sociedade atual, ultrapassando as barreiras de gênero e incentivando a integração de todos.

Semana Mundial do Aleitamento Materno: no Brasil

Para Márcia Guerreiro, membro do IBFAN (Rede Internacional de Ação para Alimentos para Bebês), o tema proposto em 2019 encoraja a amamentação e dialoga com a evolução dos modelos familiares. “O tema deste ano tem a ver com aprendizado e apoio dos diferentes setores para as famílias que estão amamentando. Quanto mais informações, conhecimento e apoio para os familiares, mais empoderados eles ficam em relação à amamentação. Tanto o sucesso como o fracasso do aleitamento não é só de responsabilidade da mãe”, defende.

Os grupos e organizações de cada cidade conversam entre si, juntamente com o Ministério da Saúde, para combinar ações de âmbito nacional, como o “Mamaço”, evento em que mães em vários lugares do Brasil se reúnem para amamentar e trocar idéias e experiências. “O tema de 2019 vem ao encontro de uma necessidade antiga, pois o aleitamento existe como algo instintivo quando, na verdade, ele demanda aprendizado pela mãe, pelo bebê e até pela própria família. Não é fácil. Por isso, a mãe precisa se sentir apoiada, acolhida e empoderada”, explica Lilian Pimenta, coordenadora do Programa de Aleitamento Materno de Ribeirão Preto (SP).

Fonte: Revista Crescer